Sétima edição paulistana da corrida de rua Rolling Stone Music & Run acontece em maio, com show de Frejat

RollingStone - qua, 24/01/2018 - 20:07

Após uma edição memorável em novembro, com um show do Titãs, e do enorme sucesso em 2013, 2014, 2015 e 2016, está de volta a ROLLING STONE MUSIC & RUN, a corrida mais rock and roll do Brasil – e que já faz parte do calendário oficial de atletas de todo o país. O evento, que já realizou seis edições em São Paulo e ainda conquistou Brasília e Curitiba nos últimos anos, volta à capital paulista no próximo mês de maio. Nas últimas corridas, as entradas se esgotaram rapidamente, então garanta já o ingresso, que inicialmente será vendido a um valor promocional!

LEIA TAMBÉM
Ira! reúne 35 anos de sucessos na Rolling Stone Music & Run
Paratleta Marinalva de Almeida celebra retorno à corrida na Rolling Stone Music & Run
Quinta edição paulistana da Rolling Stone Music & Run reúne histórias de conquista

Realizada pela Rolling Stone Brasil, a 7ª ROLLING STONE MUSIC & RUN–SP oferece corridas de 5K e 10K e caminhada de 3K, além de shows exclusivos das bandas Warriors, tocando os clássicos do rock, e do repertório poderoso e imperdível de sucessos de Frejat.

Depois da corrida – que acontece em 19 de maio, um sábado –, os inscritos terão acesso a uma festa com open bar de cerveja na Arena Rolling Stone, espaço construído dentro do Sambódromo do Anhembi, para unir a atitude da música com a força do esporte! Veja mais informações abaixo.

Acesse este link para saber mais informações e para se inscrever!

7ª ROLLING STONE MUSIC & RUN – SÃO PAULO
19 de maio de 2018, sábado, a partir das 18h
Sambódromo do Anhembi | Av. Olavo Fontoura, 1209 - Santana, São Paulo – SP, 02012-021

KIT CORREDOR:
Chip + Camiseta + sacola Rolling Stone + medalha + 2 shows (FREJAT e WARRIORS) + open bar de cerveja após as provas – (PREÇO PROMOCIONAL POR TEMPO LIMITADO - por apenas R$ 135,90 até 15/02/2018). Para se inscrever, acesse o site Ativo ou o Ticket Agora.

PERCURSO:
Caminhada e Corrida de 3 Km, 5 Km ou 10 Km pelos arredores do Sambódromo do Anhembi

PROGRAMAÇÃO:
Abertura da Arena RS: 18h00
Largada da corrida de 5K: 19h00
Show Warriors: 19h10 às 19h50
Largada da caminhada de 3K: 20h00
Largada da corrida de 10K: 20h30
Show Warriors: 20h40 a 21h20
Abertura para Open Bar: 21h00
Premiação: 21h30 às 22h00
Show Frejat: 22h15 às 23h30
Fechamento da Arena RS: 00h00
*programação sujeita à alterações

Informações sobre entrega dos kits
LOCAL:
Loja Centauro do Shopping West Plaza – Bloco A - Piso 2.
Av. Antártica, 380 - Água Branca, São Paulo

Categorias: Notícias

Elton John vai parar turnês após última excursão de 3 anos

Terra Música - qua, 24/01/2018 - 18:54
O músico pop britânico Elton John anunciou nesta quarta-feira que vai deixar de viajar para se ...
Categorias: Notícias

Morre aos 60 anos Mark E. Smith, da banda de pós-punk The Fall

RollingStone - qua, 24/01/2018 - 18:52

Morreu nesta quarta, 24, na Inglaterra, o músico Mark E. Smith, da banda de pós-punk The Fall. De acordo com um post no site oficial do grupo, ele morreu em casa. A causa, contudo, não foi revelada. Segundo o site Pitchfork, uma turnê que o The Fall faria pelos Estados Unidos no ano passado foi cancelada e a empresária da banda, Pamela Vander, justificou dizendo que Smith estava tratando de “problemas médicos bizarros e raros... conectados à garganta, boca, dentes e sistema respiratório dele”. Também em 2017, Smith chegou a se apresentar no Reino Unido usando uma cadeira de rodas.

Nascido em 1957 em Prestwich, perto de Manchester, Mark E. Smith sempre amou música e era fã de grupos como Black Sabbath. Aos 16 anos, conheceu Una Baines, com quem formaria o The Fall após assistir a um show do Sex Pistols, O EP de estreia do grupo, Bingo-Master’s Break Out!, saiu em 1978. De lá para cá, o grupo gravou mais de 30 discos, sem contar os outros muitos EPs, álbuns ao vivo e compilações que chegaram ao mercado. O trabalho mais recente saiu em 2017 e se chama New Facts Emerge.

Além do trabalho com a banda. Smith colaborou com Gorillaz, Elastica, e outros artistas. Há quase dez anos, ele lançou uma autobiografia chamada Renegade: The Gospel According to Mark E. Smith.

Categorias: Notícias

Artista do Desastre é uma celebração hilariante do cinema trash, mas prepare-se para o festival de vergonha alheia

RollingStone - qua, 24/01/2018 - 15:33

Você vai ver mais filmes ruins do que bons ao longo da vida. É bom já se acostumar. E em vez de sofrer e lamentar pelo dinheiro e tempo jogados fora, vale é tentar extrair algo positivo da experiência de assistir às porcarias exibidas na tela grande. Este é mais ou menos o mote de Artista do Desastre, comédia dramática estrelada, produzida e dirigida por James Franco. O filme versa sobre a estranha saga de The Room (2003), considerado um dos piores filmes de todos os tempos, a ponto de ganhar o apelido de “o Cidadão Kane dos filmes ruins”. Com o tempo, ele acabou se tornando uma produção cult por excelência. Até hoje o filme é exibido nos Estados Unidos em sessões à meia-noite, com os fãs se trajando como os personagens e recitando cada linha do bizarro roteiro. Como não poderia deixar de ser, Artista do Desastre também celebra o excêntrico e inacreditável cineasta Tommy Wiseau, a figura por trás de The Room.

O filme começa em 1998, em São Francisco, dentro uma escola de interpretação. Greg Sestero é um fã de James Dean que aos 19 anos deseja intensamente ser ator, mas não percebe que não tem nenhum tipo de talento, além de ser muito tímido para interpretar. Depois de tomar uma carinhosa repreensão da professora de interpretação, quando fracassa em uma cena de Esperando Godot, Sestero observa o próximo candidato ao estrelato exibir o que aprendeu no mundo das artes cênicas. Ele é Tommy Wiseau, um sujeito cujo visual lembra um Jim Morrison muito mal-ajambrado. Wiseau, ao contrário de Sestero, é o mestre da extroversão. Ele, então, mostra para os desavisados sua peculiar interpretação para uma cena de Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams. Wiseau, que interpreta com se fosse o King Kong sofrendo um ataque de cólicas, impressiona a todos, mas de uma forma negativa. Menos Sestero, que acha que a cara-de-pau dele, na verdade, é a tradução de um talento nato.

Veja a lista completa de indicados ao Oscar 2018

Apesar das enormes diferenças existentes entre eles e contra todas as probabilidades, Sestero e Wiseau tornam se grandes amigos – ou melhor, Sestero parece ser o único amigo que Wiseau tem na vida. O ingênuo rapaz atura as excentricidades e até banca o pai adotivo de Wiseau, uma figura sem noção metade vampiro, metade pirata, e 100% mala sem alça. Ele dirige uma Mercedes-Benz, tem um belo apartamento na cidade e é titular de uma misteriosa conta bancária cujos fundos parecem não ter limite. Ele também fala que veio de Nova Orleans, mas tem um sotaque da Europa oriental (hoje, todos sabem que ele nasceu na Polônia, mas isso não é revelado no filme). Ele fala que tem 19 anos, mas fica claro que tem o dobro disto. Wiseau não tem limites para a bizarrice e vive em um mundo particular. Em meio a inúmeros momentos de vergonha alheia, a dupla vai parar em Los Angeles, com a esperança de triunfar.

A vida em LA não é nada fácil: o tempo passa e as portas continuam sendo batidas na cara de Wiseau e Sestero. Desanimados, os amigos têm uma epifania: já que ninguém em Hollywood quer saber deles, o caminho é fazer o próprio filme. Wiseau tem dinheiro de sobra e, assim, ele torra US$ 6 milhões na produção de The Room.

O resto de Artista do Desastre é uma radiografia hilariante dos bastidores do filme, embora a graça só tenha aparecido posteriormente para quem teve que participar de tudo aquilo. Tanto como cineasta como na função de ator, Wiseau faz todas as escolhas erradas, embora, obviamente, não pense assim. Para piorar, o elenco e a equipe técnica não recebem um tratamento digno por parte dele. The Room é supostamente um drama existencial, com um triângulo amoroso envolvendo o banqueiro Johnny (o próprio Wiseau), seu melhor amigo Mark (Sestero) e Liza (a atriz Juliette Danielle, que aqui é vivida por Ari Graynor). Mas o filme se torna incompreensível e mais surreal a cada cena filmada. Sandy Schklair (Seth Rogen), o supervisor de roteiro, percebe que Wiseau está totalmente fora de seu elemento e que o caminho para o desastre estava aberto. Ele tenta dar alguma coerência à produção, mas não tinha mais jeito – a nave estava sem rota.

Artista do Desastre triunfa em elevar a percepção existente sobre a arte trash, falando também sobre persistência e amizade. Existem nele elementos de outros filmes clássicos sobre o fracasso artístico, como Primavera para Hitler, Ed Wood e This is Spinal Tap, mas ainda assim ele se mostra totalmente original e com frescor. Franco imita com perfeição o indescritível Wiseau, mas não cai em uma caricatura óbvia, demonstrando respeito e consideração pelo sujeito. Dave Franco, irmão de James, também brilha como o eternamente perplexo Greg Sestero, cujo livro The Disaster Artist: My Life Inside The Room, the Greatest Bad Movie Ever Made, coescrito com Tom Bissell, foi a base para o roteiro.

Categorias: Notícias

Festival de Sanremo anuncia shows de James Taylor e Sting

Terra Música - qua, 24/01/2018 - 14:49
O maior concurso de música da Itália, o Festival de Sanremo, anunciou nesta quarta-feira (24) ...
Categorias: Notícias

Elton John irá se aposentar de turnês, diz jornal

Terra Música - qua, 24/01/2018 - 12:53
O músico britânico Elton John irá se aposentar de turnês, após quase 50 anos nos palcos, relatou ...
Categorias: Notícias

Liam Gallagher, Royal Blood e Zara Larsson farão shows paralelos do Lollapalooza 2018

RollingStone - qua, 24/01/2018 - 12:24

Nesta quarta, 24, o Lollapalooza anunciou as atrações que farão parte das Lolla Parties da edição de 2018. Os eventos serão divididos em dois dias, 21 e 22 de março, antecedendo as três datas do festival regular.

Liam Gallagher e Neighbourhood se apresentam no primeiro dia, quarta, 21. Na quinta, 22, os eventos contam com os shows de Royal Blood, Zara Larsson e Oh Wonder (que se apresentarão juntos).

O Lollapalooza acontece em São Paulo, durante os dias 23, 24 e 25 de março, e traz como atrações principais as bandas Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers e The Killers.

Os ingressos para os shows paralelos já estão disponíveis no site da Tickets For Fun.

Veja abaixo o line up das Lolla Parties.

Liam Gallagher
21 de março (quarta)
Audio Club | Av. Francisco Matarazzo, 694 (ao lado do Terminal Palmeiras-Barra Funda do Metrô)
Ingressos: entre R$110 e R$340 (há meia-entrada)

The Neighbourhood
21 de março (quarta)
Cine Joia | Praça Carlos Gomes, 82 (próximo a estação Liberdade do Metrô)
Ingressos: entre R$115 e R$230 (há meia-entrada)

Royal Blood
21 de março (quarta)
Cine Joia | Praça Carlos Gomes, 82 (próximo a estação Liberdade do Metrô)
Ingressos: entre R$115 e R$230 (há meia-entrada)

Zara Larsson e Oh Wonder
22 de março (quarta)
Audio Club | Av. Francisco Matarazzo, 694 (ao lado do Terminal Palmeiras-Barra Funda do Metrô)
Ingressos: entre R$100 e R$320 (há meia-entrada)

Categorias: Notícias

Luan Santana mira carreira internacional após turnê nos EUA

Terra Música - qua, 24/01/2018 - 12:10
O Purebreak nem precisa falar que o Luan Santana é sucesso no Brasil inteiro e ganha mais fãs a ...
Categorias: Notícias

Os Melhores Discos e Músicas Nacionais e Internacionais de 2017

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

A edição de janeiro/2018 da Rolling Stone Brasil reúne a tradicional lista de melhores músicas e álbuns, nacionais e internacionais, do ano que passou. No Brasil, 2017 foi um ano marcado pelo hip-hop, com destaque para os discos de Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência, além da excursão pelo samba de Criolo, mas também pelo lamento de Tim Bernardes, vocalista do Terno, as voltas de Chico Buarque e Mallu e o crescimento de Boogarins e Far From Alaska, entre outros. Lá fora, Kendrick Lamar e Lorde exploraram as batidas de maneiras diferentes, enquanto os irmãos Gallagher voltaram a se encontrar (desta vez, fora do Oasis). Tem também Kiko Dinucci, The xx, Sepultura, LCD Soundsystem, Otto, Foo Fighters, João Donato, Queens of the Stone Age, Guilherme Arantes, Depeche Mode, Flora Matos, Arcade Fire, Maglore...

Clique no link abaixo para conhecer os escolhidos

Melhores Discos Nacionais de 2017

Melhores Músicas Nacionais de 2017

Melhores Discos Internacionais de 2017

Melhores Músicas Internacionais de 2017

Categorias: Notícias

Os Melhores Discos e Músicas Nacionais e Internacionais de 2016

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

A edição de janeiro/2018 da Rolling Stone Brasil reúne a tradicional lista de melhores músicas e álbuns, nacionais e internacionais, do ano que passou. No Brasil, 2017 foi um ano marcado pelo hip-hop, com destaque para os discos de Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência, além da excursão pelo samba de Criolo, mas também pelo lamento de Tim Bernardes, vocalista do Terno, as voltas de Chico Buarque e Mallu e o crescimento de Boogarins e Far From Alaska, entre outros. Lá fora, Kendrick Lamar e Lorde exploraram as batidas de maneiras diferentes, enquanto os irmãos Gallagher voltaram a se encontrar (desta vez, fora do Oasis). Tem também Kiko Dinucci, The xx, Sepultura, LCD Soundsystem, Otto, Foo Fighters, João Donato, Queens of the Stone Age, Guilherme Arantes, Depeche Mode, Flora Matos, Arcade Fire, Maglore...

Clique no link abaixo para conhecer os escolhidos

Melhores Discos Nacionais de 2017

Melhores Músicas Nacionais de 2017

Melhores Discos Internacionais de 2017

Melhores Músicas Internacionais de 2017

Categorias: Notícias

Melhores Músicas Internacionais de 2017

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

Categorias: Notícias

Melhores Músicas Nacionais de 2017

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

Categorias: Notícias

Melhores Discos Internacionais de 2017

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

Categorias: Notícias

Melhores Discos Nacionais de 2017

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 18:22

Categorias: Notícias

Projeto Flórida

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 17:43

Categorias: Notícias

Star Wars: Os Últimos Jedi

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 17:42

Categorias: Notícias

Em Ritmo de Fuga

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 17:41

Categorias: Notícias

Blade Runner 2049

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 17:40

Categorias: Notícias

Mudbound- Lágrimas Sobre o Mississipi

RollingStone - ter, 23/01/2018 - 17:39

Categorias: Notícias

Páginas